tratamento-facial

Tratamentos de Rugas Faciais

Tudo o que precisamos saber sobre rejuvenescimento facial e ninguém tem paciência de explicar.

Atualmente são tantas as opções de tratamento e cuidados com o rosto que até mesmo as pessoas mais bem informadas acabam se confundindo com as técnicas disponíveis e suas respectivas indicações.

-Por que a pele do rosto envelhece tanto? O processo de envelhecimento da pele pode ser dividido em envelhecimento intrínseco e envelhecimento extrínseco. O envelhecimento intrínseco é aquele previsível, progressivo com o passar do tempo, que ocorre de forma mais lenta e gradual.

É comum aos órgãos e inerente ao próprio organismo. Já o envelhecimento extrínseco é aquele provocado e influenciado por fatores externos, entre eles o maior vilão é a radiação ultravioleta (exposição ao sol). Ocorre de forma mais intensa nas regiões do corpo constantemente expostas, como rosto, pescoço, colo, braços e mãos. É responsável pelo engrossamento da pele, pelo surgimento de rugas, manchas, e de alguns tipos de câncer pele.

- Todas as rugas são iguais? Não! Existem dois tipos de rugas, as dinâmicas e as estáticas. As rugas dinâmicas são aquelas causadas pela ação dos músculos faciais, visíveis somente com o rosto em movimento (quando rimos, choramos ou fazemos alguma expressão, por exemplo). Como conseqüência destas freqüentes contrações, com o passar do tempo, surgem as linhas de expressão na testa, ao redor dos olhos (“pés-de-galinha”), vincos entre as sobrancelhas. Estas são as rugas dinâmicas, também conhecidas como rugas de expressão. As estáticas são aquelas rugas geralmente mais profundas e permanentes, pois são visíveis com o rosto mesmo em repouso.

Elas definitivamente já “marcaram” a pele. São decorrentes do envelhecimento intrínseco em combinação com a ação de agentes externos (exposição ao sol, vento, fumo, poluição), mas também podem ser uma evolução das rugas dinâmicas não tratadas, que pioram e se acentuam com o passar do tempo. Estes diferentes tipos de rugas requerem diferentes tipos de tratamento, que também podem ser combinados, oferecendo aos pacientes resultados mais globais e harmônicos para toda a face.

- É possível retardar o envelhecimento? Antes de falar sobre prevenção, é importante identificar quais são os fatores que mais interferem no envelhecimento. O excesso de exposição solar é um dos grandes responsáveis, pois os raios ultravioletas desencadeiam a quebra das fibras de colágeno e elastina, tornando a pele mais flácida, com manchas e rugas (fotoenvelhecimento). Outros vilões são o estresse (que acelera a produção de radicais livres), a má alimentação, o sedentarismo, o consumo de bebidas alcoólicas e o cigarro. O processo de prevenção se inicia com uma revisão dos próprios hábitos e estilo de vida, seguidos de prevenção precoce, sempre com orientação especializada. É unânime entre os especialistas que a prevenção ainda é o melhor caminho para manter a aparência mais jovem. Existem procedimentos e programas de tratamento adequados para cada tipo de pele e idade. Pequenos cuidados podem fazer uma grande diferença!

- O que é preenchimento? Para que serve? O preenchimento é um procedimento médico para rejuvenescimento facial. A substância é injetada na pele com o objetivo de preencher as rugas e marcas profundas, remodelar formas e contornos do rosto e dos lábios ou ainda para repor volume em áreas alteradas pelo processo de envelhecimento. É importante considerar que o preenchimento pode ser feito com diferentes tipos de substâncias, as permanentes, as semi-permanentes e as absorvíveis.

- Realmente precisamos de preenchimento? É inevitável que com o passar dos anos a pele envelheça, modifique e perca volume. O ácido hialurónico é uma substância presente na pele e produzida naturalmente pelo próprio organismo que cumpre a função de reter água, hidratando e conferindo volume à pele. Com o passar dos anos e o processo de envelhecimento, o organismo humano diminui sua capacidade de produção de ácido hialurónico, enquanto aquele presente na pele se degrada, diminuindo a quantidade desta substância na pele. O resultado é o aparecimento de rugas, flacidez, perda de volume etc. Desta forma, o preenchimento é sim adequado sempre que houver necessidade e indicação médica.

-Toxina botulínica e preenchimento são a mesma coisa? Não. Eles são procedimentos totalmente diferentes com indicações também diferentes. A toxina botulínica (botox) não é capaz de conferir volume e não é utilizado para preencher os lábios. A toxina botulínica (botox) atua relaxando os músculos onde é injetado e, portanto, é indicado para o tratamento das rugas dinâmicas, ou seja, aquelas rugas que se formam com a ação dos músculos faciais. A substância ativa de BOTOX é a toxina botulínica tipo A, que é injetada diretamente no músculo responsável pela formação das linhas de expressão que estão em tratamento. Através deste relaxamento, que pode ser mais ou menos intenso dependendo da dosagem de tratamento e plano de aplicação, as rugas são atenuadas ou até mesmo removidas.

Já o preenchimento é indicado para o tratamento de rugas mais profundas, causadas pela ação do tempo, aquelas visíveis mesmo com o rosto em repouso, caso do famoso bigode chinês, ou seja, as rugas estáticas. Esta substância é injetada diretamente na pele, preenchendo a rugas, os vincos ou mesmo preenchendo áreas com perda de volume. Os dois tratamentos podem ser complementares. De acordo com as últimas tendências mundiais, o rejuvenescimento global é o novo enfoque dos médicos em seus consultórios. Diante disso, é cada vez mais comum a associação de técnicas de preenchimento, para rugas estáticas, contorno e reposição de volume com toxina botulínica tipo A para o tratamento das rugas dinâmicas. Neste caso, os resultados são bastante satisfatórios, pois o paciente rejuvenesce seu rosto na totalidade e de forma harmônica.

- Nos lábios, é usado botox ou preenchedor? Ambos os produtos podem ser utilizados no lábio, porém com finalidades diferentes. Se o objetivo é contorno e volume, é indicado o preenchimento. O BOTOX é indicado para atenuar aquelas “ruguinhas ao redor da boca”, ou seja, aquelas que aparecem somente quando fazemos o “biquinho”, e é aplicado na região do buço, bem próximo aos lábios. Já o preenchedor também pode ser indicado para estas rugas, porém desde que elas não apareçam apenas quando fazemos “biquinho”, mas estejam visíveis com o rosto em repouso. Além disso, ele pode dar volume aos lábios.

- Quais são as substâncias mais usadas para o preenchimento? As principais substâncias utilizadas para o preenchimento ácido hialurônico, colágeno, ácido poliláctico e hidroxiapatita de cálcio.

- Qual destas substâncias é a melhor? Cada substância apresenta seus benefícios e inconvenientes e o ácido hialurônico é eleito geralmente como a melhor opção, por isso, é o mais utilizado. Usualmente, as substâncias permanentes e semi-permanentes, como o polimetilmetacrilato e o ácido poliláctico podem estar associadas a resultados ou efeitos adversos também permanentes e semi-permanentes, nem sempre desejados pelo paciente. O ácido hialurônico, por ser de origem não-animal, dispensa testes de alergias. Além disso, é uma substância produzida naturalmente pelo organismo humano, e, portanto com baixíssimos riscos de alergias ou efeitos colaterais. Por ser totalmente absorvido pelo organismo após determinado período de tempo, pode ser reaplicado de acordo com as necessidades de cada paciente, fazendo com que ele sempre esteja bem, natural e com o rosto em harmonia. Outra vantagem do ácido hialurônico é que trata-se de uma substância maleável, moldável e de fácil aplicação, capaz de oferecer resultados muito naturais. É importante ressaltar que, entre as diferentes marcas de ácido hialurônico disponíveis no mercado, também existem diferenças, desde o processo de fabricação até a concentração da substância, o que pode impactar na qualidade do produto final e nos resultados do tratamento.

- Quanto tempo dura o efeito dos preenchedores à base de ácido hialurônico? Até pouco tempo, a durabilidade destes produtos estava em torno de 6 meses, dependendo da capacidade de absorção do organismo de cada paciente. No entanto, novas linhas de preenchedores faciais à base de ácido hialurônico, com maior resistência à degradação no organismo e, portanto, maior duração surgiram e duram em média 18 a 24 meses .

- Que tipos de rugas devem ser tratadas com preenchedores? Somente as rugas estáticas podem ser tratadas com preenchedores. É utilizado nos sulcos nasogenianos (conhecido como bigode chinês), sulcos labiomentionianos (rugas no canto da boca em direção ao queixo), comissuras labiais (canto da boca), códigos de barras (aquelas rugas em torno da boca), rugas profundas ao redor dos olhos, aumento de volume na região malar, contorno e volume nos lábios etc.

– Os efeitos são imediatos? Posso aplicar pouco antes de ir a uma festa? Os resultados do tratamento com preenchimento são imediatos, porém não é recomendado que se aplique imediatamente antes de qualquer evento social importante. Isso porque, a aplicação é realizada através de injeções intradérmicas, e, portanto, podem aparecer hematomas, edemas ou mesmo inchaço no local da aplicação. Estes efeitos passam em poucos dias. Se isso acontecer, compressas de gelo resolvem.