Clinica Dermatologia Sao Paulo Jardins Osasco Alphaville Laser e Botox

Tratando o envelhecimento da pele

O envelhecimento da pele é determinado por diversos fatores.
Didaticamente dividimos em duas formas:

  • Envelhecimento intrínseco: É determinado geneticamente, independe do tipo de vida, da exposição solar ou dos hábitos da pessoa. Manifesta-se por flacidez da pele, perdas da gordura facial, perda dos contornos ósseos e cartilaginosos e perda do tônus muscular.
  • Envelhecimento extrínseco: Determinado pelo dia-a-dia da pessoa: exposição a radiação solar, tabagismo, stress, poluição, cuidados com a pele e etc… Manifesta-se por alterações da cor da pele, aparecimento de manchas, rugas finas e mudanças na superfície da pele.

Existem meios de prevenir e retardar o processo de envelhecimento. Hoje em dia, podemos usar a reposição, tópica ou sistêmica, de vitaminas, antioxidantes, hidratantes e demais compostos necessários ao bom funcionamento da pele, para retardar o envelhecimento intríseco.

  • Para combater a flacidez de pele, as principais opções são as cirurgias plásticas:  ritidoplastias (liftings) que removem o excesso de pele, devolvendo ao rosto um aspecto mais harmônico. Existem também procedimentos minimamente invasivos e que podem rejuvenescer o aspecto da face e garantir aspecto natural.
  • O preenchimento cutâneo é um procedimento no qual substâncias são injetadas dentro da pele ou sob a pele, para devolver os contornos normais do rosto. Entre as substâncias usadas como preenchedores, destacam-se, por sua segurança e eficácia, o ácido hialurônico (Restylane, Juvederm, Hylaform) e a gordura autóloga (do próprio organismo). Atualmente, temos à disposição o ácido-L-poli-lático (Sculptra) que é injetado entre as camadas mais profundas da pele (derme e hipoderme) em 3 sessões mensais, induzindo a formação de colágeno pelo próprio organismo, preenchendo áreas deprimidas ou sulcos e melhorando o tônus da pele. Cada preenchedor tem vantagens e desvantagens, que pacientes e médicos devem analisar juntos, definindo o tratamento mais indicado para cada caso.
  • Quanto à alteração do tônus muscular, o tratamento é a toxina botulínica, mais conhecida como Botox (um dos nomes comerciais mais fortes). A musculatura da face é um complexo jogo de forças. Enfraquecendo-se um músculo, permite-se que outro tenha uma ação mais forte. O conhecimento da anatomia nos permite manipular este equilíbrio de forças agindo sobre um ou outro músculo modificando as tensões musculares, diminuindo assim a formação de rugas, além de conseguirmos também atenuarmos a flacidez da pele em alguns locais. Logo, é indicada para rugas de expressão, como as que aparecem ao redor dos olhos (“pés-de-galinha”), entre as sobrancelhas e na fronte. A toxina botulínica, aplicada na quantidade e no local indicados para atenuar as linhas já formadas, para prevenção de rugas que irão se formar e para balancear as forças tensoras musculares da face, tornando a face mais harmônica.

Quanto ao envelhecimento extrínseco, a palavra de ordem é prevenção. Evitar que a pele sofra é o melhor remédio.

  • Proteção solar: A radiação solar tem efeito cumulativo, ou seja, quanto mais tempo exposto ao sol ao longo da vida, maiores serão os efeitos danosos sobre a pele. Os efeitos solares não são imediatos, levam vários anos para se manifestar. Logo é necessário evitar o sol desde a infância. Cada tipo de pele tem um grau natural de proteção ao sol. As peles mais morenas são mais resistentes e as mais claras, mais sensíveis. O uso diário de protetor solar, adequado para cada tipo de pele, é fundamental.
  • Hábitos saudáveis: Evitar o fumo e bebidas alcoólicas, limpeza diária da pele, beber bastante líquido, uma boa alimentação rica em vitaminas e nutrientes também ajudam a manter a pele jovem.

Além de prevenir, é possível tratar o envelhecimento extrínseco. Dentre os tratamentos mais indicados, temos:

  • Peelings químicos: atualmente, os mais utilizados são os superficiais, os quais promovem uma descamação fina e suave. São indicados para o tratamento de manchas escuras, oleosidade excessiva ou acne, trazendo, em todos os casos, a melhora da textura e do viço da pele. Figura 6
  • Peeling de cristal ou microdermoabrasão: é realizado com um aparelho que promove uma abrasão suave e descamação imperceptível. Além de melhorar a textura e o viço da pele, tem como principal indicação o tratamento de poros dilatados, que se formam no decorrer dos anos, especialmente em pessoas com excesso de secreção sebácea na porção central da face. Realizada por esteticistas, um peeling bem mais leve que o químico do dermatologista
  • Lasers não ablativos / luz intensa pulsada: agem seletivamente nos sinais de envelhecimento da pele, como as manchas acastanhadas (melanoses solares ou melasma) e os pequenos vasos sangüíneos. Além disso, com o aquecimento profundo da pele, induz-se a formação de colágeno, atenuando rugas finas e melhorando o tônus da pele.
  • Laser fracionados: uma das mais modernas formas de tratar o envelhecimento cutâneo. saiba mais na seção que preparamos somente sobre os lasers fracionados.

Clinica de Ginecologia Jardim Paulista Sao Paulo e Osasco